• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


O death metal norte-americano tem uma fórmula reconhecível a léguas tal como outros tipos de death metal e os Marasmus, oriundos dos E.U.A., são um dos tais que não enganam ninguém, o que traz as suas vantagens, principalmente para quem gosta de death metal brutal levemente old-school. Não há grandes mistérios por revelar no género pelo que o foco de interesse vai principalmente para a capacidade de fazer bons temas e é precisamente o que os Marasmus fazem.

“Conjuring Enormity” é o que se pode chamar de álbum imediato. Quer-se dizer, não é propriamente o álbum que um apreciador de power metal vá considerar como o trabalho do ano, mas para os apreciadores do género, é sem dúvida imediato. Com técnica suficiente para satisfazer os mais exigentes, mas também brutalidade q.b. para manter as coisas viscerais, é uma mistura bem vencedora que faz com que malhas como “Infinite Torture” e “Post Mortal Possession” se tornem viciantes sem grande esforço.

É o típico álbum que sabe ao que vem, sem problemas em assumir isso mesmo e que traz consigo uma energia contagiante da música que é feita com paixão e amor à causa. Quando assim é, as coisas tornam-se muito mais fáceis. Provavelmente vão surgir álbuns que vão fazer sombra a este trabalho, mais desafiadores, mais originais ou simplesmente melhores. No entanto, “Conjuring Enormity” é um belíssimo trabalho de death metal bruto que merece a sua quota parte de audições.


Nota: 7.6/10

Review por Fernando Ferreira