• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Se há alguma compilação que é clássica e que tenha inscrito o seu nome nos anais da música pesada, essa compilação é a "Metal Massacre" da Metal Blade, conhecida por revelar ao mundo bandas como Metallica, Trouble, Slayer e Armored Saint, entre muitas outras. No entanto, o mundo continua a girar e aquilo que gerou e causou sensação ontem, já não o faz hoje em dia (embora o possa fazer amanhã). Dificilmente o fenómeno que aconteceu com as bandas citadas atrás acontecerá novamente, já que o mundo é outro, a música está disponível por todo o lado e ninguém espera que seja numa compilação como a "Metal Massacre" (ou como outra qualquer) que vão aparecer os novos Metallica, até porque não haverão os novos Metallica. Se alguém tinha dúvidas, que as desfaçam, o raio nunca cai no mesmo sítio duas vezes seguidas.

Posto isto fora do caminho, quererá isto dizer que esta compilação é uma perda de tempo e dinheiro? Muito pelo contrário. E nem teremos que recorrer ao argumento que foi Alan Averill dos Primordial a tratar do alinhamento. Sabemos que a Metal Blade é hoje em dia a casa eclética de muitas bandas diferentes dentro do género do heavy metal (e dos seus subgéneros), no entanto, o foco para esta compilação foi mesmo o old school, o que nos permite ouvir a bandas como Metalian, Noctum, Cobra e Stone Dagger que têm um genuíno amor ao heavy metal tradicional, amor esse que é bem audível para bandas como "The Traveler", "Until Then Until The End", "Denim Attack" e "The Siege Of Jerusalem" respectivamente.

Se haveria alguma forma de qualificar a compilação para a posteridade, esta sem dúvida que foi a maneira mais inteligente de a fazer - também sabemos que amigo Alan, além de não andar a dormir, tem um gosto genuíno pelo som sagrado. Mais do que fazer da compilação uma forma de divulgação do produto que se tem para vender - tal como aconteceu em grande parte da década de noventa - o sentido de fazer um compilação deverá sempre passar pelo factor da celebração. Celebrar a música apenas com esse intuito, por isso, para quem gostar de heavy metal tradicional, Metal Massacre XIV é uma compilação obrigatória. Música de agora mas feita com o espírito de ontem e que tem a capacidade para viver para amanhã.


Nota: 8.5/10

Review por Fernando Ferreira