• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


Os Filter sempre foram vistos por alguns como uns primos pobres dos Nine Inch Nails, não sendo alheio o facto de ter sido fundado por Richard Patrick, guitarrista ao vivo dos... Nine Inch Nails. A sua sonoridade vem um pouco na mesma linha, ou seja aquele rock industrial que é capaz de criar culto - ou pelo menos para aquele grupo de pessoas que não gostava propriamente de rock mas que gostam das experiências sonoras em forma de música que que resultavam de bandas como Nine Inch Nails ou os próprios Filter. O que distingue os Filter do resto é mesmo a sua capacidade para fazer músicas que se colam imediatamente aos ouvidos e essa é uma característica dos Filter que está bem presente aqui. Isso e a presença das guitarras pesadas.

"Pride Flag" é o exemplo perfeito como se pode ter um tema que nos empolga e sem dúvida um dos grandes destaques deste álbum, embora, verdade seja dita, este trabalho tem muitos poucos momentos mortos. Uma espécie de cruzamento entre a estética dos já mencionados até à exaustão Nine Inch Nails e a capacidade para fazer músicas com grandes refrões ou pelo menos momentos marcantes, como Marilyn Manson - duas entidades tão próximas como distantes. Para quem gosta deste género tem aqui um banquete, embora, provavelmente esses não notarão, fique por vezes a sensação de que temas como "Take Me To Heaven" poderiam ter sido gravados e lançados em 1999 que teriam o mesmo impacto que agora.

Quando o rock industrial tem a obrigação de estar um pouco mais à frente do seu tempo, parece que os Filter estão um pouco atrás, já que a sua dose de rock industrial soa-nos como se tivesse sido feita no século passado. A banda não parece, no entanto, estar muito preocupada com isso, já que em grande parte de "Crazy Eyes" está ocupada a rockar à grande, tendo apenas em momentos como "Welcome To The Suck (Destiny Not Luck)" e "(Can't She See) Head Of Fire, Part 2", momentos mais melódicos e calmos mas que acabam por ser bastante eficazes. No geral é um álbum de qualidade, rico e diverso, que, mesmo surgindo fora do seu período de maior sucesso comercial, tem valor para estar entre as melhores propostas do género.


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira