• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Defuntos é um nome que foi conquistando ao longo dos anos o seu espaço no underground nacional, com o seu black/doom metal depressivo, muito graças a uma regularidade discográfica assinalável (seja com álbuns, como também como demos, splits e EPs) e ao seu perfil quase único (lembramos que a sonoridade da banda é composta apenas por bateria e baixo). 2016 marca o regresso do projecto português aos álbuns, sendo já o seu sétimo, depois de quatro anos do lançamento do anterior. Não nos trazem grandes diferenças de sonoridade a não ser, talvez, uma maior clareza na produção em si mas em termos de composição são os Defuntos de sempre.

O que noutros géneros poderia ser considerado como um defeito, no caso do black metal (seja depressivo ou não) é a garantia de qualidade. Não há espaço para mudanças ou evolução musical e por nós (e para os fãs) tudo bem, porque é aquilo que se tem expectativa. Como também seria expectável, a abordagem é minimalista - tendo em conta de que estamos a falar deste estilo, especificamente tocado por apenas baixo e bateria com voz a acompanhar, também não seria surpresa nenhuma - o que logo à partida poderá reduzir o interesse dos potenciais apreciadores da barulheira negra.

Para os outros que procuram ambientes negros específicos poderão encontrá-los aqui já que este é o grande forte deste trabalho no entanto, fica a sensação de que falta algo, um mal que nos aflige sempre que ouvimos os trabalhas da banda. Poderemos dividir esta apreciação em dois: os fãs, têm todas as razões para apreciar este trabalho, já que o mesmo apresenta argumentos superiores e apesar das limitações, trata-se de uma evolução. Quem chega aqui agora ou nunca achou que o som da banda cativante, também não será agora que vai ser mordido pelo bicho.


Nota: 6/10

Review por Fernando Ferreira