• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)


Os Eerie são uma nova banda (ou projecto), que junta diversas personalidades do ungerdround mas que, curiosamente, não é chamada de super-banda por parte do comunicado de imprenda da editora, mas que até que não seria mentira nenhuma. Senão vejamos: temos o guitarrista Tim Lehi dos Draugar e Twilight (black metal), o baixista Dave Sweetapple dos Witch (stoner/doom tradicional, o baterista Moses Saarni dos Futur Skullz (thrash) e o vocalista Shane Baker dos Pins Of Light e Alaric. Esta mistura faz com que a apresentação sugira que a banda, em termos de estilo, é a soma das bandas dos seus membros, o que efectivamente não se verifica, principalmente o black metal.

Podemos, com muita boa vontade, admitir que há por aqui uma grande aura de oculto, tal como aquele que podemos encontrar em algumas músicas dos Black Sabbath, mas daí àquilo que entendemos como black metal, ainda vai uma longa distância. Assim como o thrash metal, embora tenhamos alguns momentos de intensidade como na "Master Of Creation". Esta espécie de quase publicidade enganosa é o suficiente para baixar o nível da qualidade? Nem por sombras. A misturada toda pode não ir bem ao encontro das expectativas que a editora deixa no ar mas sem dúvida que satisfaz todos aqueles que gostam de sonoridades mais tradicionais, apesar dos tais elementos de música extrema.

E isso, não é nada fácil de atingir, mas a banda consegue-o com louvor. Um álbum curto (talvez demasiado, cinco músicas, não chegando aos quarenta minutos) mas que convida a ouvir sempre mais uma vez, porque tem mesmo muitos detalhes e muita coisa vintage boa a acontecer, além de congregar vários estilos diferentes de forma inteligente a não soar uma manta de retalhos - algo que está bem ilustrado numa imagem do artwork da banda em que aparece uma espécie de representação do cérebro, o cão mitológico grego, tendo em comum um olho, o que podemos presumir que é o foco nestes Eerie. Uma estreia em grande de algo que de certeza ouviremos muitas vezes mais no futuro. Viciante.


Nota: 8.5/10

Review por Fernando Ferreira