• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)



Que bujardona nos apresenta este "Priests Of Annihilation". A banda é norte-americana e o género... só Zeus sabe. Mas é na impossibilidade da indefinição que reside a genialidade desta banda. À primeira audição poderíamos apontar para um black metal melódico, mas depois os pormenores de death metal técnico e progressivo deixa-nos simultaneamente confundidos e rendidos. Que bandazorra são estes Enthean. Se calhar estamos a começar pelo fim e até pode ficar a impressão que não haverão adjectivos que sobrem que se possa usar mais mas sinceramente? Não queremos saber, este álbum é tão bom que todas as regras ficam sem efeito.

Basicamente é sonho molhado de qualquer apreciador de música extrema aliada com melodia. Daqueles que quando lhes são apresentadas duas bandas algo distantes estilisticamente (como Dimmu Borgir e Death ou Old Man's Child e Atheist ou até mesmo Cradle Of Filth movido a guturais e Obscura) pensam para consigo mesmo (para não fazer má figura) "porque não juntar isto tudo no mesmo tacho e servir à refeição?". Para todos esses só temos a dizer que o pitéu fica mesmo bom. Este é um daqueles álbuns que é viciantes do início ao fim, onde não temos um momento fraco. Um único.

E o mais surpreendente disto tudo? A banda, um power trio de impor respeito, não tem contrato. A sério. NÃO TEM CONTRATO! De certeza que enquanto estas palavras são escritas, já uma Nuclear Blast ou uma Century Media já se chegaram à frente com um contrato mas mesmo que isso não aconteça, resta a certeza de que "Priests Of Annihilation" é um dos sérios candidatos a álbum do ano. Logo assim, à bruta. Só achámos curioso o facto dos teclados e orquestrações terem um impacto tão grande no som da banda e não termos ninguém, assumidamente, com essa responsabilidade.


Nota: 9.4/10

Review por Fernando Ferreira