• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


O primeiro tema que ouvi do mais recente de Joe Satriani, “Thunder High on the Mountain”, e que tenho revisitado quase diariamente resume os elementos mais característicos do som de Joe Satriani. Passo a explicar, este tema reúne riffs contagiantes e épicos, secção rítmica sólida, apontamentos em teclado que aumentam a sua grandiosidade e solos que servem de perguntas e respostas entre o guitarrista.

Mas este álbum destaca-se, à partida, por ser uma colaboração, rara para o guitarrista, em formato trio, tendo como membros da secção rítmica Chad Smith (Red Hot Chilli Peppers e Chickenfoot) a mostrar-se versátil e pesado na bateria como um baterista veterano de hard rock se tratasse, e Glenn Hughes no baixo (mais conhecido por Deep Purple e Black Country Comunnion), que aqui se foca no seu instrumento, ao invés de se servir da sua voz.

Com efeito, trata-se de um álbum que, do ponto de vista musical , representa uma marca única na discografia de Joe Satriani, quanto mais não seja pela formação de músicos utilizados, quer pelo facto de os músicos em questão estarem fora do que se poderá considerar a sua zona de conforto. E essa saída da zona de conforto nota-se nas músicas, que lembram tanto Satriani da fase de “Super Colossal” (“Thunder High on the Mountain”) e “Professor Satchafunkilus and the Musterion of Rock” (na boa disposição e à vontade de "Catbot"), para citar alguns exemplos.

Ainda, os próprios temas relembram outros artistas como os Muse (atenção aos teclados em “Cherry Blossoms”) ou Tom Petty and the Heartbreakers, no rock de “What Happens Next”, no qual se destaca uma guitarra ritmo característica do som desse conjunto.

Podendo ou não ser um ponto de viragem artístico para Joe Satriani, “What Happens Next” é em si, um excelente exemplo do talento do guitarrista como compositor e como solista que fala através do seu instrumento como poucos conseguem no universo rock, o que por si só já é muito bom numa carreira de mais de trinta anos. As músicas, como temas individuais, destacam-se bem umas das outras, mas formam um todo coeso que conta uma história com princípio, meio e fim. Recomenda-se tanto a fãs deste guitarrista como a fãs de rock instrumental que ainda não o conheçam.

Nota: 7/10

Review por Raúl Avelar