• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Há muitos mistérios insondáveis no Universo. É possível viajar através de buracos negros? Será que alguma vez vamos conseguir com que as corporações que dominam o mundo não destruam o nosso planeta em busca de lucro? Haverá algum governo que lute pelos interesses do povo? O que raio significa “Rose’n”? Embora sejam dúvida que nos inquietam, também já aprendemos que é melhor não lhes dar muita importância. Neste caso concreto, mesmo que não saibamos o que significa “Rose’n”, sabemos que é uma banda de hard’n’heavy alemão que apesar de uma já longa existência, apenas agora chega ao seu primeiro álbum.

Tudo em “Wake Up” aponta para uma outra época temporal  que não esta. Desde a capa ingenuamente ternurenta e horrível ao mesmo tempo, até à estrutura de cada uma das músicas aqui apresentadas. Segundo o comunicado de imprensa que a Pure Steel emitiu sobre este trabalho, a editora/agência de promoção tenta ajudar bandas que ainda não tenham encontrado editora e os Rose’n que já tem uma carreira de trinta anos, ainda que intermitente, e uma longa experiência no que diz respeito a tocar ao vivo, tendo conseguido criar algum nome na cena local. O que nos diz que esta terá sido uma banda que nunca conseguiu, seja que por motivos forem, rasgar para uma carreira mais sólida e profissional.

Poderíamos ser insensível e pegar no facto da sua inexperiência no que aos álbuns diz respeito e de apresentarem agora um trabalho que deveriam ter apresentado quinze anos atrás para os deitar abaixo por completo. A verdade é que sendo produzido pela própria banda e de no geral se tratar de um trabalho competente ainda que não conseguindo apresentar rasgos de brilhantismos (ainda que com alguns momentos inspirados como a excelente “Take Me To The Top” ) impede que o façamos. Dá-se mais valor a uma banda como estas e a um lançamento como estes do que propriamente a qualquer jovem grupo que queiram apanhar a moda das 6:00h, apresentando algo que já estamos cansados de ouvir. Trata-se de um trabalho com as suas limitações mas acima de tudo, honesto. E isso, nos dias que correm, tem muito valor.


Nota: 6.8/10

Review por Fernando Ferreira