• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Vamos começar pelo óbvio. Conan é um grande nome. Todas as bandas deveriam chamar-se Conan ou pelo menos ter algo nelas que nos fizessem pensar num bisonte cabeludo e com uma espada numa mão e um machado noutra. Tirando isto do caminho, podemos afirmar que os Conan estão a dar que falar nos meandros do doom metal. Depois de dois excelentes álbuns (“Monnos” em 2012 e “Blood Eagle” em 2014), é chegada a vez do terceiro, o tal definitivo, na forma de “Revengeance”. Este trabalho soa definitivo sem dúvida, embora já não restassem dúvidas acerca da qualidade dos britânicos.

Para quem chegou apenas agora aqui (infiéis!!), o som dos Conan assenta na exploração do riff. É uma descrição algo genérica já que essa é a base do doom, certo? Tem que se ter o riff correcto para que aguente a repetição e cause o devido efeito hipnótico. Portanto temos o riff todo-poderoso, temos a distorção suja que ajuda a que o riff todo-poderoso deixe uma certa gosma enquanto se arrasta e temos uma voz desesperada que berra como se lhes estivessem a arrancar os túbaros pelo ânus. E esta é a receita para o sucesso de “Revengeance”.

É uma fórmula demasiado simples, não é? Há nuances, muitas nuances, mas é esta simplicidade que garante que este álbum soe a clássico, mesmo uma música como a “Wrath Gauntlet”, que é quase (se não for mesmo) funeral doom. São seis temas que nos embalam e nos fazem viajar para fora do corpo e para fora do mundo, mas ao contrário do rock psicadélico, este aqui tem um peso que torna essa viagem ainda mais intensa. Os Conan estão na ordem do dia e “Revengeance” justifica por completo esse estatuto. Um grande álbum de uma grande banda.


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira