• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Dark Symphonica é um nome genial. Não é brincadeira, é mesmo bom – para quem use que tal afirmação é sarcástica. Cumpre na perfeição a sua função. É sonante, descreve bem o que a banda toca (não é preciso pensar muito para se dar conta de que é algo gótico e sinfónico) e fica no ouvido. Daqueles nomes que pensamos como é que ninguém tinha pensado nisto antes. A banda surge-nos da Austrália e este “Immersion” é o seu trabalho de estreia no que a álbuns de originais diz respeito – a banda já tinha editado anteriormente dois singles. Tendo em conta o género, temos logo algo que surge: o preconceito.

Tal como o nome nos sugere imediatamente o género da banda, também o nome e todo o imaginário do estilo sugere algo que a certa e determina altura inundou o mercado. O metal gótico metido a sinfónico com uma moça bonita a cantar (umas vezes mais bonita que talentosa, outras vezes mais talentosa que bonita. Felizmente, “Immersion” apresenta-se bem competente e bem acima destas considerações – isto é, não nos preocupámos como Sam Wolstenholme, a vocalista, se apresenta, já que a voz dela é boa o suficiente para que não se pense em mais nada.

É certo que existem aqui lugares comuns aos quais a banda não escapa, embora fique a impressão de que ela também não está interessada em escapar. “Chains Of Misfortune” e “Farewell”, os dois primeiros temas, podem fazer com que se perca a esperança para a banda embora os mesmos sejam de qualidade inegável dentro do género em que se inserem, no entanto, depois temos o peso surpreendente da “Envy”, a capacidade progressiva de temas como “Estrella” e “Goliath (Tyranny Part I)” que colocam a banda mais perto de uns Epica do que propriamente uns Within Temptation – algo que hoje em dia faz toda a diferença.

É um grande trabalho de estreia de uma banda australiana que vai dar definitivamente que falar num futuro próximo.


Nota: 8.6/10

Review por Fernando Ferreira