• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)




A intro instrumental "Godlike" quase fazia antever uma jarda de doom metal poderoso capaz de fazer estremecer os prédios. Quando "Anymore" surge, é impossível não ficarmos surpreendidos com a jarda de hardcore metalizado (não confundir com metalcore) que nos fustiga os ouvidos, num (muito) bom sentido. Este é álbum é o segundo da banda portuguesa e claramente declara que os rapazes aqui não estão para brincadeiras. É possível sentir em malhas como "Cult", "Paradise Lost" e "Hit Me With Fear" o mesmo feeling que tivemos a ouvir certas músicas de Slayer do álbum Diabolus In Musica pela primeira vez, o que ja dá para situar minimamente a coisa.

Não se trata de uma revolução naquilo que se entende por hardcore mas são onze malhas de pura diversão hardcore, que não foge às suas regras, mas tem um peso bruto que nos faz pensar em bandas como Pro-Pain e Biohazard mas multiplicados por mil, no que à agressividade diz respeito. Como bom álbum de hardcore que é, passa num instante, mas também não impede a que se volte a pegar nele para posteriores voltas repetidas. Dinâmico q.b. (temas como os curtos interlúdios instrumentais "Inside, Hidden" e "Outside. Unsheltered" não são alheios a esse facto) mas sempre com uma linha condutora familiar, "This Is Cruel. This Is Life" acaba por se revelar mais viciante do que aquilo que à partida se esperaria.

Potente como tudo - muito graças à produção, que apesar de soar moderna, é bem orgânica, o que logo à partida ajuda a que a força sentida neste conjunto de músicas seja bem maior do que esperaríamos à partida - demasiado curto (tudo bem que queremos deixar o pessoal a salivar por mais mas há um certo limite que deveria ser considerado inultrapassável) mas de uma qualidade de deixar muitos de queixo caído. Este álbum é recomendado não só para os apreciadores de hardcore, mas sobretudo a todos os que gostam de música extrema. Grande álbum.


Nota: 8.4/10

Review por Fernando Ferreira