• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Pode-se ler algures na net sobre os suecos Dynasty algo curioso como que, e passamos a citar, "imaginem se os Ratt ou Cinderella se decidissem a tornar os Dream Theater ou Symphony X". É uma afirmação provocante e que, no mínimo, convida à audição da banda, embora seja talvez um pouco exagerada - mas as boas comparações terão que ser, por princípio e para serem efectivas, exageradas. No que é que se baseia esta afirmação para fazer algum sentido? Bem, para já os suecos são bem amigos dos refrões pastilha-elástica-no-rabo, aqueles que tentamos sacudir e tirar, mas fica sempre algo para trás. E isso é mais que evidente no primeiro tema, "The Human Paradox".

No entanto, se tivermos que fazer uma comparação um pouco mais próxima da realidade, o único que manteríamos seriam os Symphony X, principalmente pela abordagem vocal de Nils Molin, já que instrumentalmente a banda não se pauta tanto pelo power metal neo-clássico, embora a sensibilidade progressiva possa ser igualmente encontrada. Peguemos nas bandas mais happy do power metal e juntemos-lhe a potência dos Symphony X (e de outros, que temas como "Untamer Of Your Soul", "The Beast Inside" e "Crack In The Shell" são de um peso impressionante, principalmente a primeira.

A banda chega com este trabalho ao quinto álbum (nada mau para quem lançou o álbum em 2009) e mostra aqui capacidade para subir mais uns degraus em direcção à primeira divisão do power metal mundial. Uma mera formalidade porque naquilo que nos diz respeito, a banda já conquistou esse lugar com todo o mérito. Uma mistura vencedora entre a melodia infecciosa do happy power metal e, porque não, hard rock, a musicalidade e excelência técnica dos já citados Symphony X, fazem deste álbum uma paragem obrigatória e desta banda uma entidade a conhecer.


Nota: 8.4/10

Review por Fernando Ferreira