• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Quando temos uma banda suiça que nos surge, qual seria a língua que esperaríamos? Alemão, italiano… francês? Então quando nos surge os suiços Cardiac a cantar em espanhol desde o início da sua carreira – aliás, na sua apresentação na página do facebook, o que abanda diz sobre ela é que se trata de hardcore/stoner metal espanhol da suiça, o que poderá soar tão estranho como jazz/grindcore indonésio do Canadá. Questões secundárias aparte, a banda já tem quatro álbuns no bucho a contar com este Sangrar Hasta Lograrlo”.

O que podemos ouvir é mesmo o que a banda diz, hardcore/stoner espanhol. Já aqui falámos antes que as bandas espanholas (mesmo sediadas na Suiça) ou que cantam em castelhano, têm uma apetência para o som potente e raivoso, sendo que aqui a característica que resulta da tal união entre o hardcore e o stoner é mesmo um groove que se torna contagiante em pouco tempo. A parte má é que apesar de ser contagiante, não tem grande alcance, profundidade ou consequência e esse é o mal do groove. Pode até fazer-nos bater o pé e abanar a cabeça mas quando termina (o álbum), não fica grande coisa.

Existem momentos surpreendentes com alguma profundidade como a melancólica “Si Dios Fuera Una Metafora”, que vão um pouco contra a corrente do resto do álbum, mas o feeling no final da audição é de matemática falhada. Temos potência nos riffs, músicos competentes, entrega nas músicas, produção que ajuda a salientar tudo o que está para trás e a soma disto tudo não é um álbum bom(ba), e sim um trabalho um pouco acima do mediano que infelizmente não nos consegue cativar como desejaríamos.

Nota: 6/10

Review por Fernando Ferreira