• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Há álbuns de estreia que nos surpreendem. Que parece que surgem de um poço qualquer sem fundo e que querem, à força toda, e neste caso nem é preciso muita, para nos levar para o sítio de onde vieram. Os Mithridatic são franceses e têm aqui em "Miserable Miracle" um potente trabalho de estreia - longa-duração, já que a banda já tinha editado anteriormente uma demo e um EP, respectivamente. Com uma intro arrepiante na forma de "The Supply..." (sabem quando vos falam que a música num filme é o actor principal? Se ouvirem esta intro, percebem perfeitamente o que essa frase significa) e com uma primeira malha, "... For Terror And The Crowd", que estabelece logo o padrão para o resto do álbum, fica-se logo rendido.

Não conseguimos perceber se temos um death enegrecido pelo black metal ou se um black metal embrutecido pelo death metal, não conseguimos perceber onde começa um e acaba o outro mas aquilo que percebemos é que os dois estão fundidos e que o proveito é todo nosso. Do início ao fim, é um desfilar de porrada necromantica, misantrópica e simplesmente selvagem, obdecendo certos padrões - ritmicamente é um álbum fortíssimo, aliás é um álbum fortíssimo em todos os aspectos - mas ainda assim não deixando de impressionar pela sua violência.

Não é a questão de ser negro, não é a questão de ser violento. É a questão de ser tudo isso, mas ainda assim apresentar músicas memoráveis - perante aquilo que se considera o normal do metal extremo - e uma dinâmica invejável. Atenção que quando falamos de dinâmica, não estamos a dizer que temos momentos mais calmos ou introspectivos. A brutalidade está sempre em altas (até na já referida intro), a questão é que a mesma é nos servida com uma boa variedade de vocalizações, com harmonias de guitarras, solos e soluções de composição e arranjos que resulta sempre. É oficial, estamos rendidos.


Nota: 9/10


Review por Fernando Ferreira