• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Que grande som têm estes Stangala, embora, tenhamos que admitir, que o mesmo é um pouco estranho. E inqualificável. É muito difícil conseguir dizer qual o género onde os Stangala colocam as mãos quando estes parecem ser um polvo, tentando (e conseguindo) agarrar uma série de coisas diferentes. Temos um forte feeling stoner/doom, mas depois temos momentos de intensidade bruta que nos parece qualquer coisa mais hardcore (isto sem ter propriamente breakdowns e coisas do género) ou sludge, mas ao mesmo tempo temos alguns instrumentos (como gaita de foles, rabeca e saxofone ou coisa que o valha) que apontam na direcção do folk mas também do rock psicadélico.

E o mais engraçado? Resulta.

Se pegarmos um pouco na primeira música, a regravação do tema "Bigoudened An Diaoul" que surgiu originalmente no álbum de estreia lançado cinco anos atrás, temos logo uma excelente introdução à maluquice do mundo dos Stangala. Depois na "Hent Loar", temos algo mais introspectivo e menos expansivo, mas com uma densidade mesmo própria do sludge/doom que se prolonga também para a "Lutuned An Noz", sendo que a diferença é que esta última surge num registo uptempo, frenético e imparável, enquanto o tema-título já apoia-se mais no rock com groove em parceria com a costela folk.

Poderá parecer uma manta de retalhos mas a verdade é que "Klañv" resulta. Não será o álbum mais sólido de sempre - sólido no aspecto de haver um fio condutor de faixa para faixa, mas mesmo assim toda esta mistura toda resulta e faz sentido. Um álbum que intriga e que convida sempre a sucessivas audições e de audição em audição, vamos ficando agarrados, até que já não há mais nada a fazer. Muito interessante.


Nota: 7.7/10

Review por Fernando Ferreira